30 de maio de 2009

Voltei!

Não, eu não estive de férias todo esse tempo.
Mas como disse minha mãe: seu blog ainda está em férias!

Londres é sensacional.
Que cidade deliciosa... que sonho!
Não preciso nem dizer que AMEI de paixão. Londres é perfeita!

Uma cidade de muitos. Uma cidade que não exclui ninguém. Uma cidade que recebe muito bem. Organização britânica. Pontos turísticos de babar. Pessoas felizes nas ruas. Agitação, turistas por toda a parte.
Posso ficar horas e horas falando dos milhares de museus e castelos que visitei. E posso falar também do que há de moderno lá. Londres é uma cidade heterogênea: recheada de história e antropologia, com toques perfeitos de modernidade. Não tem como não se encantar.

Estou muito feliz de ter pisado pela primeira vez na Europa por Londres.

E como toda férias... o tempo voou.
Mas fiz tudo que eu queria. Aproveitei cada segundo e voltei com o corpo cansado... mas com a mente limpa, descansada!

Viajar sozinha foi muito bom, um desafio, senti-me mais forte quando voltei, mais realizada. Em alguns momentos senti falta de ter alguém pra conversar, pra compartilhar o que eu estava achando, sentindo, mas nada como conversar com a câmera.

Fiquei na casa de um grande amigo, o Gustavo. 

Obrigada Gú por me receber por aí! Foi uma viagem muito especial pra mim!
Obrigada de coração!

Sobre dicas e valores, posso dizer muitas coisas... se você tiver interesse em saber... só me mandar um email que eu passo todas as informações. Para au pairs que pensam em passear pela Europa: programamem-se para essa viagem antes que o visto de entrada nos Estados Unidos expire, porque depois não dá mais pra sair do país e depois voltar.

23 de maio de 2009

Feriassssss

Tirar ferias e descansar.
A gente merece tambem!!!

Pois e', fiz as malas e vim conhecer Londres!


Estava bem ansiosa para viajar sozinha e para ver se eu me sairia com o meu ingles by myself.


E apesar do super frio na barriga, as coisas andam muito bem. Passei bem tranquilo pela imigracao, apesar de muitas perguntas. E me virei, e na verdade me diverti com essa aventura, achando onde comprar o ticket e qual estacao de trem usar.


Londres e' um sonho... maravilhoso. Agora entendo quando dizem que e' uma cidade heterogenea. Uma cidade com varias fases do mundo!


Durmi apenas duas horas no voo e ainda estou acordada.... aqui sao 2 da manha do dia 24.... meu voo foi de 22 pra 23.

Estou muito agitada pra dormir. E quero curtir cada segundo do dia amanha.


O mais lindo de tudo e' o Big Ben e a regiao que tem o London Eye. Uma mistura de contemporaneo com antigo.


Amazing!!!!

19 de maio de 2009

Novos ares!

Fui a minha primeira aula no novo college hoje. Aulas de English as a Second Language.

Foi a melhor escolha que fiz... Eu amei a professora, amei o ritmo da aula.

Acho que agora vou trabalhar mais seriamente no meu inglês, não que antes eu não estava, mas acho que estava só esquentando... e agora vai!

Fiz uma prova de nível antes e, de uma escala de 0 a 8, fiquei na classe 6. Bom né?

Também estou fazendo um curso de pronúncia.
Tive a segunda aula nesta segunda-feira. Muito interessante aprender como pronunciar as palavras. A idéia não é perder o acento de um brasileiro falando inglês, mas aproximar a forma correta de dizer as palavras. Parece ser bom para dar um start no cérebro! Olhar as palavras e saber como devem ser ditas!

Falando em start, eu sempre ouvi que quando a gente começa a sonhar em inglês é um bom sinal. Sinal de que nosso cérebro está pensando em inglês. Ao contrário do que pensar em português e fazer a tradução.
Eu não tive um único sonho em inglês. :-(

Mas percebi que já consigo dirigir e conversar em inglês ao mesmo tempo....

É que há uns meses atrás eu não conseguia. (hahahahaha). 
Minha cabeça só aceitava um desafio por vez. Ou eu dirigia, ou eu prestava atenção na conversa da pessoa ao meu lado. Era engraçado porque eu simplesmente abstraia do papo... completamente. Como um mute do controle remoto.
Ou... errava o caminho!

Coisas engraçadas!

Eu não acreditava que fosse conseguir falar inglês. Mesmo quando as meninas que moram aqui falavam pra mim: daqui uns meses você vai sentir a diferença. Eu pensava que sim, que um dia, mas não imaginava quando esse dia fosse chegar.... e olha que vim pra cá com esse como meu maior objetivo!

Ainda estou longe do que quero como inglês na minha vida, mas está vindo... agora é real, não é mais um névoa.
E sei que direciono todos os meus esforços pra isso.
Bom, pelo menos o tal botão que dizem que um dia clica, esse sim está clicado!   

16 de maio de 2009

O que faz um lugar especial?

O que faz um lugar especial?

Eu descobri isso quando vi pra cá.

Eu amo essa cidade que eu moro... amo essa região... amo a integração com o meio ambiente e amo de paixão a infra-estrutura daqui.

Mas sabe mesmo o que faz um lugar ser especial?
As pessoas que vivem nele. As pessoas que amam você. 
E como disse minha avó outro dia... não é porque somos sua família... mas porque te amamos!

Estou feliz aqui... mas sei o quanto aquele pedaço de mundo chamado São Paulo é especial pra mim. Porque deixei muitas pessoas queridas lá... 
Lá está tudo o que construi em 25 anos, meu passado, meus amores, amizades, família.

Estou um pouco gripada (calma gente... nada de Swine Flu) e meio sem energia. 
Então, de bobeira descansando, resolvi assistir de novo o meu presente de aniversário do ano passado. Grandes amigos incentivados pelo meu namorado fizeram um vídeo lindo de morrer pra mim... com muitas mensagens de pessoas queridas e da família. A parte mais engraçada foi a dos erros e bobeiras faladas com a câmera ligada.

Estava aqui um pouco mais de 1 mês e receber todo aquele carinho só me fez bem.
E assistir hoje outra vez só me fez relembrar todos os desejos e objetivos de quando resolvi vir pra cá. Foi como que renovar meu pacto comiga mesma.

E como disse meu tio Celso, na época dele não tinha internet e telefone era muito mais díficil, portanto era uma separação muito mais dolorosa.
Aqui tenho tudo e mais um pouco: é blog, é pasta com fotos, email, facebook, orkut, skype... não tem nem como fugir!

Dá pra me distrair bem enquanto a gripe vai embora!

Quando vim pra cá fiz uma despedida e mandei e-mails para todos contando os meus planos. Eu me senti muito querida. Nunca imaginei que eu era tão amada, que meus amigos e família tinham um carinho enorme por mim. Foi muito bom descobrir isso.
E foi também um tapa na cara por eu ter cuidado tão pouco das pessoas que gostam de mim. Acho que o amor e carinho está todo no meu coração, mas demonstrei menos do que acho que deveria. 

E isso tudo o que é?
Mais um aprendizado de vida, mas uma coisa pra minha bagagem...

Saudades meus amores!

13 de maio de 2009

Dá pra ver a diferença?


18 de abril
29 de abril
13 de maio

9 de junho

10 de maio de 2009

Feliz Dia das Mães!

video

Feliz Dia das Mães para todas as mães.

Em especial para a minha, claro!

9 de maio de 2009

6 meses - a metade!

Lembro-me de pensar: são só 4 estações do ano, 4 escovas de dentes, conto de 3 em 3 por 4 vezes e pronto um ano terá ido!
Eu estava morrendo de medo do tempo... de um ano ser muito. Sempre perguntava pra mim mesma... será que não tem mesmo um programa de au pair de só 6 meses.

6 meses.

Acho que o medo de perder o conforto e sair da inércia era tanto que eu não tinha realizado o que era 1 ano e o que eram 6 meses. Na verdade, o tempo é mesmo relativo. 
Já vi meninas contarem nos dedos os meses pra voltar pra casa porque estavam na agonia e no cansaço. Agora pra quem está feliz e usando o tempo pra estudar, sair, fazer amizades, viver, parece que vai mais rápido. A sensação é de tentar segurar o tempo com as mãos.

Eu parei de pedir pra sexta-feira chegar mais rápido, porque a semana passava voando e eu nem via o final de semana.... agora tento respirar fundo e usar o tempo durante a semana. Ler, estudar, quando não tenho aula tento não ficar em casa e ir tomar um café ou jantar com alguma amiga. 

Hoje, como lembrou minha sogra linda, faz 6 meses que saí de casa.

Sinto-me mais forte, mais capaz de realizar as coisas. Porque me lembro com medo no meu quarto pensando mil vezes se isso iria ser bom pra mim e me vejo agora feliz, com a sensação de realizada.

Sinto-me confiante. Quando cheguei aqui não conseguia fazer uma frase completa em inglês e era um pavor arriscar um telefonema. Agora vou com calma, mas arrisco. Saio sem brasileiras com meninas em que só podemos nos comunicar em inglês.

Sinto-me responsável pelas escolhas que fiz. Percebo cada dia que o que acontece comigo são consequências de tudo que escolho pra mim.
 
Sinto saudades. Mas são boas sempre. Nada de chorar ou ficar mal. 

E tenho uma vontade enorme de abraçar o mundo!!!

PS. Um parabéns especial pelo aniversário da minha sogra Edna linda! Obrigada por tudo sempre e que Deus abençõe e ilumine sua vida!
E eu ainda não lembrei a música que você cantou pra mim........ :-) 



7 de maio de 2009

A Natureza é perfeita!

Depois de quase 3 meses de frio intenso e neve.... a temperatura está mais agradável, digamos assim!
Essa semana ficou em torno de 15 e 20C.

Mas olha que interessante: depois de toda aquela neve que congela as coitadas das árvores, vem uma chuva de primavera. Uma chuva gostosa, nada comparado com as chuvas de SP. 

A Natureza é perfeita. 
Porque essa chuva vem na hora certa. Hora de florescer todas as flores e, principalmente, as folhas que caíram no outono, deixando as árvores peladas pro inverno.

E tudo isso acontece visivelmente em 1 ou 2 semanas. Foi como uma reação a melhora da temperatura e ao início da primavera!

Vejam essas fotos:



A primeira foi tirada em 18 de abril. Os galhos ainda estavam pelados e se você reparar esses pontinhos amarelos são o broto desta árvore vermelha da segunda foto.
A segunda foto é de 29 de abril. Ou seja, 11 dias e toda a paisagem está diferente.

E essa minha atenção com a natureza é nova. Mas aqui é impossível não perceber como a natureza é perfeita! 

Sobre a gripe suína

Foi um pedido da Hane, futura au pair para eu falar deste assunto aqui. 

Simplesmente, a vida corre naturalmente por aqui. Não conheci nunguém que tenha deixado de sair ou fazer suas tarefas por causa da Swine Flu (como é chamada aqui).

E até mesmo eu fui pra NYC no último sábado normalmente.

Eu tenho uma opinão sobre tudo isso. Primeiro que tragédias e acontecimentos "vendem". As pessoas sempre querem saber mais e mais e quanto mais a TV e os meios de comunicação abordam o evento, mais as pessoas ficam de prontidão. 
Não estou dizendo que não seja verdade, nem que muito menos seja qualquer gripe, mas é só uma variação de gripe. Uma nova, claro! Que AINDA não tem vacina!

E segundo, que é importante noticiar e controlar para onde está indo o vírus para não se tornar uma gripe incontrolável.

Desta forma, eu acredito que vocês não devem parar a vida e nem os planos de vir pra cá como au pair, porque realmente não é uma doença tão grave assim. Não vejo ninguém em pânico ou deixando de sair de casa.

Vida normal!

1 de maio de 2009

Venda de livros

Voltei da biblioteca da minha cidade nesta manhã contente!
Eles estão "vendendo livros".
Acontece que eles promovem o Book Sale, que são doações transformadas em vendas. 
Mas os preços são como dos nossos conhecidos sebos!

Amei!
Me perdi na parte juvenil, cheio de bons livros e na parte de livros de viagem!
Comprei uns 8 livros e paguei só U$ 10,00.

Só três dias. Sexta, sábado e domingo. Depois disso, os livros ficam lá à vontade para quem quiser pegar: o que você gostar pode levar.

Vi muitos livros de arte, que encontramos sempre em museus, lindos! E muito que sei que no Brasil seriam uma fortura.... e estavam ali por apenas 2 ou 3 dólares.
Deu vontade de levar, mas depois fiquei pensando... é acúmulo de coisas... depois tenho que levar pra casa... pagar peso ou pagar caixa pra mandar....

Bom! Vamos ver se segunda e terça, que são os dias de leva tudo, eles ainda estarão lá. 

Me fez lembrar dos tempos de cursinho caçando livros em sebos para ler para o vestibular. E do meu amigo Diego, um louco por antiguidades!