8 de setembro de 2009

Qual o seu medo?

Quero falar hoje de medo. Porque sim, ele existe!

Bem menos agora que tudo já está nos eixos e mais do que em rotina!
Mas antes de pegar aquele avião... quanto medo eu senti.... antes de entregar aqueles papéis... muito mais!

Acredito que medo não seja ruim em excesso porque nos ajuda a evitar o perigo. Mas se o medo está paralisando você... não fuja! Respire e enfrente.
Principalmente se você está em dúvida de deixar o conforto da casa no seu país e ter uma experiência no exterior.

Eu posso dizer que não é fácil porque tive que enfrentar todo esse medo para chegar até aqui e hoje poder dizer que foi a melhor decisão que tomei. Aprendi e tenho aprendido muitooooo.

Eu me lembro das longas horas na cama antes de dormir pensando como iria ser quando eu chegasse... e como seria sobreviver sozinha em uma família que não é minha, em uma casa que não é a minha, falando uma língua que nem sei direito (isso me deixava até sem ar), sem os meus amigos, família e sem meu namorado.

Eu me lembro de ler histórias horríveis na internet e ouvir sobre o que acontecia com algumas meninas e morrer de medo de ter o azar de passar por alguma daquelas situações.

Lembro-me também de pensar na parte da viagem de avião. Seria a primeira vez depois de mais velha e seria a primeira viagem de longa distância também. Mas esse medo, todos os dias, eu guardava só pra hora do embarque. Eu decidi não sofrer de antecedência.

Medo do fato de ser 1 ano inteiro. Eu ficava inconformada em pensar o quanto iria demorar.
Tanta coisa que eu gostaria de fazer antes de começar meu ano fora, como colocar aparelho nos dentes, emagrecer, comprar algumas coisas....

E tantas outras sensações de me sentir pressionada por tudo que as pessoas me questionavam... pelo meu namorado, pelo meu inglês e pela minha escolha em cuidar de crianças mesmo sendo graduada.

Sim, tudo isso era real! Não o que eu imaginava que seria, mas o meu medo.. ele era real e me paralisava de ir pra frente!

Hoje posso dizer que se eu não tivesse enfrentado, nunca saberia o que realmente tem aqui deste lado. E nunca teria aprendido tudo o que venho aprendendo e nem visto tudo o que tenho visto.

E se Lenine me permite mais uma vez ... ouça essa letra de música com atenção e vença seu medo para crescer!

8 comentários:

Hane disse...

é vdd

eu to nessa fase ai q c disse q tava antes, rs

;******* bjuss

Vivian disse...

Oiee Cinthya!!

Nossa, sabias e doces palavras! É impossível não me identificar com muitas coisas que vc disse, afinal acho q toda futura aupair passa por esses momentos de medo.

Pensando nisso tudo a ansiedade vai lá na cabeça e faz a gente quase pirar!

A gente sabe que fez a escolha certa que vamos aprender muito e sermos felizes, mas se fosse fácil não teia tanto valor não é mesmo!

Bom saber que é recompensador!

Adorei esse texto!!

Bjao!!!

Marina Fernanda disse...

E VOCÊ DISSE TUDO!!

TUDO O QUE EU SINTO!!! :D

OBRIGADA!

Pri Perez disse...

ADOOREIII esse seu post! Vc falou bonito e falou que tudo!! APOIADA!RS

Nat disse...

oii Cinthia.. primeira vez que passo no seu blog e encontro esse texto! Só tenho uma coisa a dizer: obrigada! Obrigada por tdo que escreveu.. me senti dentro de cada palavrinha.
Beijos.

ESTAMOS DE OLHO! disse...

Fazia tempo que não dava uma espiadinha, porque eu muitas vezes cobro de vc. as postagens.
Sempre pergunto porque gosto de ler e saber o que se passa em sua cabeça e em seu coração e me certificar cada vez mais o que meu coração sentia em deixar vc. voar, ir longe! Nós pais devemos dar asas aos nossos eternos pequenos, mas asas firmes que aguentem os voos e os sobrevoos.
Asas de morcegos, grossas, resistentes e certamente acontecerá como diz na Bíblia:
Há o tempo de caça, de pesca, da colheita, da plantação e dentro e fora do homem há sempre o tempo de amar.
Voe...voe...alto e que seu bater de asas seja sempre uma benção para aqueles que viverem, mesmo que por pouco tempo em sua companhia.
Beijinho...Bye.

Carol disse...

Oi Cinthya!

Gostei muito do seu texto, muitos desses medos me pegaram durante o processo, e a musica do Lenine eh perfeita!

Adorei seu post sobre Londres. Vamos ver se seu consigo juntar essa grana..rsrs

Te linkei!

Bjoss!

Gabiii disse...

Oii Cinthya
n consegui passar antes e estava dando uma olhadinha no seu blog e não consegui deixar de pensar que, ainda que nossa família, amigos e outras pessoas nos digam o q fazer e pior ainda, o q não fazer, nd se compara a vivenciar algo com que sonhamos...
nd como um dia após o outro né? tento acreditar q o medo só serve pra provar que estávamos errados, independente do q!

Beijos
ótimo final de semana!